Comunicados

Mensagem remetida ao Presidente da Federação Helénica

É  com profunda emoção que temos seguido as notícias da tragédia que assolou a Grécia no passado dia 23, cerca de Atenas, provocado por um incêndio devastador que contabiliza já 81 mortos, mais de 100 feridos e um número ainda desconhecido de desaparecidos.
Esta tragédia cala fundo no nosso coração, recordando-nos os acontecimentos trágicamente semelhantes ocorridos em Portugal no ano passado. Da mesma forma chegam-nos imagens apocalípticas de destruição da natureza, casas, bens e inúmeras vidas irremediavelmente perdidas.
Queremos prestar a nossa solidariedade com o Povo Grego e apresentar à Federação Grega o nosso apoio fraternal, a que se associam todos os membros do Conselho Nacional da Federação Portuguesa e o desejo profundo de que, com força e coragem, possam afrontar esta adversidade.

Somos hoje membros da Aliança Maçónica Europeia

AME

A Aliança Maçónica Europeia (Alliance Maçonnique Européenne) tem por finalidade representar a voz da franco-maçonaria liberal e adogmática junto das instâncias europeias e trabalhar para defender os direitos humanos e as liberdades democráticas.
Atualmente representa 34 Obediências implantadas em 14 países da Europa, contando com 170.000 membros.
A Aliança Maçónica Europeia tem como objetivo divulgar e promover os valores e princípios da Maçonaria, é a herdeira vigilante, especialmente da liberdade de consciência e de pensamento como um direito inalienável e dos ideais da democracia, fraternidade, igualdade de direitos de todos os seres humanos e da dignidade humana, incluindo as escolhas de procriação, concepção e fim de vida.
Apoia a Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948, a Convenção Europeia para a Proteção dos Direitos do Homem e das Liberdades Fundamentais de 1950 e a Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia de 2000.
A Federação Portuguesa da Ordem Maçónica Mista LE DROIT HUMAIN – Direito Humano esteve presente, como observador, em várias reuniões internacionais da AME.
Temos o regozijo de comunicar que somos hoje membros da AME. A candidatura da Federação Portuguesa a membro da referida Associação foi aceite, por unanimidade, pelas 34 Obediências, às quais juntamos a nossa voz, reforçando junto dos decisores políticos europeus a defesa de valores que nos são tão fundamentais como aqueles que a AME tem defendido junto das organizações europeias.